Daisypath Vacation tickers

Daisypath Vacation tickers

terça-feira, 26 de julho de 2011

Parques de Montreal


Eu acho tão irresistível os parques de Montreal e achei linda a reportagem a seguir do site UOL Viagens, que resolvi colocá-la aqui no blog para futuras pesquisas, tanto minhas quanto dos visitantes deste blog que queiram conhecer um pouquinho de Montreal. A partir do parágrafo seguinte, o texto é cópia fiel do que está no site citado acima.


Quem visitar Montréal durante o verão poderá se divertir com os inúmeros parques que a cidade possui. Seguros, eles reservam uma natureza quase intocável e uma paisagem que muda conforme a estação. No verão, se tornam cenário para shows, festivais e palco para cenas românticas com casais fazendo piqueniques. Atividades em grupo - como futebol - são liberadas na maioria deles. No inverno, gramado, bosque e floresta passam a formar um imenso deserto branco. A estação da jardinagem é conhecida pelos moradores com o Fim de Semana da Jardinagem, que geralmente ocorre no final de mês de maio. A feira convida jardineiros, paisagistas e entusiastas para comprar raras ou "esquecidas" plantas, assistir a demonstrações de plantações, conversas sobre jardinagem e como fazer o cultivo de forma orgânica.

Parque Mont-Royal - Idealizado pelo mesmo designer do Central Park, Frederick Law Olmsted, o parque possui extensos caminhos para serem percorridos a pé, que o levarão a uma diversidade de paisagens e ares das florestas. Permanece o mais inabitável possível graças à concepção de Olmsted de que a comunhão com a natureza pode curar corpo e espírito. Aqui você poderá ter vistas incríveis da cidade, literalmente de tirar o fôlego. A organização do parque chamada Les Amis de la Montagne (algo como Os Amigos da Montanha) oferece curso de educação e conservação ambiental, assim como atividades recreativas. No verão, é todo decorado por cestas de piqueniques - fica até difícil encontrar um lugar para montar o seu. Durante o inverno, passeios de ski como cross-country são oferecidos. O lago Aux Castors vira ringue de patinação no gelo. 1260 ch. Remenbrance, tel. 1 (514) 843-8255. www.lemontroyal.qc.ca.



Parque Mont-Royal
Parque Lafontaine - É o maior parque do Plateau Mont Royal. A parte leste é francesa, com jardins e trilhas em formatos geométricos. A parte oeste é de origem inglesa, com lagoas de formatos irregulares que acompanham os contornos naturais da terra. Durante o verão você pode utilizar as quadras de tênis e um cinema ao ar livre (Théâtre de Verdure), onde há eventos gratuitos de entretenimento e arte. Além disso, conta com dois lagos artificiais para andar de pedalinho. No inverno, um dos lagos se torna ringue de patinação no gelo. O nome do parque é uma homenagem a Sir Louis-Hippolyte Lafontaine, que foi governador do Canadá.
3933, Av. Parc Lafontaine, tel. 1 (514) 872-9800. Das 9h às 22h.

Parque Lafontaine
Parque Jean-Drapeau - A ilha de Santa Helena e a Ilha de Notre-Dame formam o parque Jean Drapeau, uma homenagem ao responsável por trazer o metrô a cidade, a World's Fair em 1967 e os Jogos Olímpicos, em 1976. Entre os principais parques de Montréal, o Jean Drapeau é o mais divertido. Nele existe até uma praia com água filtrada. Abriga também o Cassino da cidade. No inverno, você pode esquiar no antigo trampolim olímpico ou nos trilhos de gelo. Tel. 1 (514) 872-6120.www.parcjeandrapeau.com

Parque Jean Drapeau
Parque Saint-Michel - De mesmo tamanho que o parque Monte Real, ele consegue reunir saúde, cultura, ciência e esportes. O complexo ambiental do parque é tocado pela prefeitura de Montréal e se tornou referência de sustentabilidade, ganhando diversos prêmios por causa disso, graças ao gerenciamento da reciclagem do lixo e a produção de eletricidade. Você poderá ter acesso a trilhas de bicicleta e a pé. Até 2020, esse complexo se tornará um vasto parque urbano. Uma das maiores atividades do parque é o TOHU, um centro de arte circense que abriga o mundialmente famoso Cirque Du Soleil. 2345 rue Jarry Est, esquina da rue D'Iberville, tel. 1 (514) 376-TOHU (8648) ou 1-888-376-TOHU (8648). www.tohu.ca


Parque Saint-Michel
Parque Capitão Saint-Jacques Nature - Um dos maiores parques de Montréal está localizado na tira oeste da ilha, na junção dos lagos "Deux-Montagnes" e "Rivière dês Praires". O parque preserva a natureza rústica e areia natural. Uma série de espécies animais fazem parte do local, inclusive tartarugas. Palestras sobre meio ambiente e como educar as crianças para um mundo sustentável são feitas no parque. 20099, blvd. Gouin Ouest, tel. 1 (514) 280-6871.


Parque Capitão Saint-Jacques Nature
Parque René-Lévesque - O parque se estende pelo rio São Lourenço. Entre as trilhas e árvores você pode ver mais de vinte esculturas de artistas de Quebec e do mundo. Rua Saint Patrick, esquina de rue du Canal, tel. 1 (514)-634-3471.


Parque René-Lévesque
Jardim Botânico - O Jardim Botânico de Montréal é um lugar a ser visitado independentemente da estação em que se viaja. Localizado na parte baixa da cidade, perto do Biodôme e do Estádio Olímpico, é um dos maiores jardins botânicos do mundo, como um museu vivo de plantas de todos os lugares do planeta. O Jardim conta com mais de 100 funcionários que trabalham na manutenção dos 30 jardins temáticos ao ar livre, com mais de 26.000 espécies de plantas. Com 181 acres durante o verão, e dez estufas abertas o ano todo, o jardim oferece um ponto de informação chamado "Green Information, assim como artigos de profissionais, sobre flores e plantas. O jardim conta também com um insectarium, espécie de museu do inseto a perder de vista. Além disso, está em contato com mais de 74 instituições espalhadas pelo mundo e também colabora com universidades famosas, marcando seu importante lugar no cenário da ciência. O insectarium funciona como um ecossistema de insetos. De borboletas tropicais, a insetos aquáticos, formigas e invertebrados. Vale a pena ser uma das 400 mil pessoas que visitam, por ano, o mundo dos insetos. 4101, rua Sherbrooke Est., tel. 1 (514) 872-1400. De maio a agosto o jardim abre diariamente das 9h às 18h. Setembro e outubro, das 9h às 21h. De novembro a abril, de terça a domingo, das 9h às 17h. Entrada paga.www.ville.montreal.qc.ca/jardin/jardin

Jardim Botânico de Montreal
Biodôme - Uma das atrações mais populares da cidade de Montréal, o Biodôme, antigo estádio construído para corrida de bicicletas (corrida contra o relógio) foi transfomado em museu natural com cinco ecossistemas sintetizados pelo homem em redomas: floresta tropical, floresta boreal, o ártico, o rio St. Lawrence (São Lourenço) e a Antártida. A missão do Biodôme é sensibilizar, preservar e educar. 4777 av. Pierre-de-Coubertin Hochelaga-Maisonneuve, tel. 1 (514) 868-3000. Do fim de junho a começo de setembro, aberto diariamente das 9h às 18h. Do fim de setembro ao começo de junho, de terça a domingo e segundas de feriado, das 9h às 17h. Entrada paga. www.biodome.qc.ca

Biodome de Montreal
La Biosphère d'Environnement Canada - Não, não é o Epcot Center. Símbolo da Expo' 67, criada pelo visionário arquiteto Buckminster Fuller, essa esfera compreende uma das mais importantes edificações da história da arquitetura contemporânea. Sua estrutura representa mais de 75% de uma esfera. Hoje, permanece apenas seu esqueleto após um incêndio. Com a preocupação de levantar a consciência ambiental e ecológica de seus visitantes, não há como passar batido por ele. O prédio que comporta o museu foi construído no meio da redoma para ser um centro de questões ambientais e possui quatro andares para serem percorridos. O último é chamado de "Source de Vie" (algo como Fonte da Vida) e representa os cuidados e preocupações que o homem deve ter com a água, principalmente na região dos Grandes Lagos, o escossistema de St. Lawrence. O mais legal é que as exibições são interativas e questões sobre como energias sustentáveis e a poluição podem modificar o ecossistema são repassadas com mais facilidade e entendimento, principalmente para as crianças. 160 Tour-de- I' île, île Saint Hélène, tel. 1 (514) 283-5000. De junho a setembro, diariamente, das 10h às 18h. De outubro a maio, de terça a sexta, do meio-dia às 17h. www.biosphere.ec.gc.ca

Biosfera
Parc Olympique (Olympic Park) - Ao leste da cidade está o Estádio Olímpico de Montréal. O Biodôme, o Insectarium e o Jardim Botânico também se encontram neste complexo. Construído para abrigar os jogos de 76, dizem que os montrealenses só conseguiram pagá-lo em 2006. Idealizado pelo arquiteto francês Roger Tallibert, o estádio possui tamanho e largura surpreendente, com capacidade para abrigar 80.000 espectadores que se reúnem para concertos e exposições. Hoje, ele já não é mais o mesmo e sofre com o seu teto. O marco dessa construção é uma torre, também conhecida como Pisa ou Montréal Tower, por ser inclinada (45 graus), e é considerada uma das maiores do mundo em tamanho, com aproximadamente 270 metros. Num dia claro, a subida ao topo, para aqueles que não têm medo de altura, pode ser feita através de um bonde suspenso em um dos fios que ligam a torre ao teto do estádio. Esse carro tem capacidade para 92 passageiros. No observatório da torre, você poderá contemplar a cidade a uma distância de até 80km. Para conhecer o Estádio Olímpico: entre 11h e 16h há tours guiados que saem de uma em uma hora, de setembro a junho. E das 10h às 17h de junho a setembro. Para conhecer a Torre Inclinada: no meio de junho até o Dia do Trabalho, diariamente, das 9h às 19h. De primeiro de maio até meio de junho, das 9h às 17h. Atração paga. 4141 Pierre-de Coubertin Ave, tel. 1 (514) 252-8687. www.rio.gouv.qc.ca

Parque Olímpico


Fonte: http://viagem.uol.com.br/guia/cidade/montreal---parques.jhtm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita e pelo comentário. Feedbacks são sempre bem-vindos.
Abraço!